Ir para o menu de navegação principal Ir para o conteúdo principal Ir pro rodapé

Artigos

v. 12 n. 12 (2021): 12ª Edição

A PROMOÇÃO DA SAÚDE COMO FERRAMENTA NA QUALIDADE DE VIDA DOS IDOSOS

Enviado
março 2, 2021
Publicado
novembro 19, 2021

Resumo

Introdução: O processo de envelhecimento é um acontecimento complexo e que envolve diversos fatores, dentre eles, ambientais, hereditários e de estilos de vida. A qualidade de vida está relacionada com a saúde, no sentido que se refere à forma como as pessoas sabem seu estado geral de saúde e também o quão física, psicológica e socialmente estão e entendem sua capacidade de realizar as atividades diárias. Os grupos de promoção à saúde vêm mostrando bons resultados sobre o processo saúde-doença e mudanças nos hábitos de vida. Objetivos: O objetivo deste estudo foi comparar estudos sobre qualidade de vida de idosos participantes e não participantes de grupos de promoção à saúde e observar se há melhorias na qualidade de vida dos mesmos. Métodos: Os dados descritos neste estudo usou como fonte de referência periódicos e teses encontradas nas bases de dados: Literatura Latino-Americana e do Caribe em Ciências da Saúde (LILACS), Scientific Eletrônic Library Online (SCIELO) e National Library of Medicine (PUBMED). Resultados e discussão: A inserção dos idosos em grupos de promoção à saúde interfere de forma positiva nos mais diversos conceitos da qualidade de vida dos mesmos, fazendo com que os grupos sejam de grande importância na proteção e promoção à saúde, passando por cima de situações de isolamento e sedentarismo e inserindo os idosos em um novo meio social, dando a eles oportunidades para uma melhor qualidade de vida. Considerações Finais: Conclui-se que a qualidade de vida dos idosos participantes de grupos de promoção à saúde é expressivamente melhor quando comparada a de idosos não participantes. Pôde-se ainda compreender a importância dos grupos de promoção à saúde como ferramenta para melhoria e manutenção da qualidade de vida, nos aspectos psicológicos, sociais, físicos e meio ambiente. Proporcionando melhora da capacidade funcional, força muscular, interação social, bem-estar psicológico e mudança de hábitos e estilo de vida