Ir para o menu de navegação principal Ir para o conteúdo principal Ir pro rodapé

Artigos

v. 12 n. 12 (2021): 12ª Edição

A importância do diagnóstico precoce da sífilis gestacional durante o pré-natal para prevenção da sífilis congênita

Enviado
março 2, 2021
Publicado
novembro 19, 2021

Resumo

Introdução: A sífilis é uma infecção causada pela bactéria Treponema pallidum e pode ser transmitida por via sexual ou transplacentária. A realização do pré-natal é fundamental para a prevenção e controle desta infecção. O tratamento é feito com antibióticos, sendo o mais utilizado a penicilina benzantina. Objetivos: Realizar uma revisão bibliográfica sobre a importância do diagnóstico precoce da sífilis gestacional com o intuito de combater a sífilis congênita. Métodos: Trata-se de uma pesquisa bibliográfica realizada através da consulta em artigos científicos consultados nas bases de dados Scielo, Biblioteca Virtual da Saúde (BVS) e Ministério da Saúde. Resultados e discussão: A transmissão vertical do T. Pallidum pode ocorrer em qualquer período da gestação. Para o diagnóstico da sífilis em mulheres grávidas, são utilizados os testes rápidos, conhecidos também como testes treponêmicos convencionais e os testes não-treponêmicos. É essencial que os casos diagnosticados de sífilis sejam orientados adequadamente na atenção básica durante o pré-natal pelos profissionais de saúde, para que a gestante e o seu parceiro tenham conhecimento necessário acerca da sífilis. Considerações Finais: Para diminuir a incidência de casos de sífilis na gestação e de sífilis congênita, é necessário que os profissionais de saúde juntamente com a população se conscientizem sobre a importância do diagnóstico precoce e o tratamento adequado.